Anúncio

Institutos Federais começam aderir a greve nacional

Enquanto governo cancela reunião de negociação com os representantes sindicais dos docentes das federais, prevista para esta terça, movimento grevista ganha adeptos.


Enquanto o governo cancela a reunião de negociação com os representantes sindicais dos docentes das universidades federais, prevista para esta terça-feira, o movimento grevista vai ganhando mais adeptos. Mais de um mês após o início da greve, além das 49 universidades com as atividades paralisadas, os institutos federais, que eram minoria entre as instituições grevistas, também aderiram em massa ao movimento.


Metade dos 40 institutos federais espalhados pelo País -responsáveis pela educação básica, profissional e tecnológica -já tem parte ou a totalidade de seus docentes e funcionários parados, segundo o sindicato da categoria, o Sinasefe. "Dos 400 câmpus, já temos mais de 80 completamente sem atividade", afirma William Carvalho, um dos dirigentes do Sinasefe.


Leia mais em:  Greve de universidades se espalha para institutos federais


Postar um comentário

0 Comentários