Anúncio

Reitoria da UFOPA considera paralisação dos professores como "tentativas apressadas e isoladas de greve ou paralisação"


Nesta segunda e terça (12 e 13 de março de 2012) vários professores da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) deverão paralisar suas atividades acadêmicas - conforme já havíamos divulgado anteriormente aqui. 





Porém, a paralisação não é unanimidade e vários professores devem prosseguir com suas atividades normalmente. Por sua vez a reitoria divulgou uma nota onde apesar de dizer que considera o movimento justo e legítimo deixou claro que não apoia a paralisação e considerou o movimento dos professores como "tentativas apressadas e isoladas de greve ou paralisação".





Veja abaixo na íntegra a nota da reitoria sobre a paralisação dos professores:





Nota da Reitoria e da Direção das Unidades Acadêmicas à Comunidade Universitária


Defesa da Carreira Docente e Campanha Salarial 2012





A Reitoria e a Direção das Unidades Acadêmicas da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) vêm de público manifestar e reiterar seu apoio e solidariedade à luta e à mobilização dos docentes das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) e, em especial, da nossa Universidade, em defesa da carreira docente e pela campanha salarial 2012.





Ao reconhecer a justeza e a legitimidade da mobilização nacional e local de lutas dos servidores públicos e os esforços no sentido da reestruturação da carreira docente, com melhoria salarial, o entendimento da Reitoria e da Direção das Unidades Acadêmicas é de que nenhuma estratégia a ser adotada poderá voltar-se contra a própria Instituição, com paralisações que não sejam oportunas ou que, ao não atentarem para a legalidade, possam trazer maiores transtornos e prejuízos para a Universidade e para os próprios servidores, pois a força da mobilização reside em unir todas as tendências numa só meta de conquistas, sem nenhum tipo de partidarização do movimento, pois a mobilização deve buscar objetivos comuns e resultados decididos e desejados por todos, sem ofensa às liberdades.





As Instituições Sindicais Nacionais – Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES) e Fórum dos Professores de Instituições Federais do Ensino Superior (PROIFES) – encontram-se em plena negociação junto ao Governo Federal e em conversação com a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (ANDIFES), inclusive com agenda de reuniões em pleno processo. Não se justificam, portanto, ações isoladas antes que o cenário das negociações se defina.





O diálogo e a interlocução nos níveis local e nacional são instrumentos que devem continuar contribuindo para o fortalecimento da luta, sem causar prejuízos desnecessários à Universidade, aos alunos e à sociedade.





Com respeito às questões locais, salientamos que todas as demandas levantadas estão sendo debatidas pela Administração Superior com o SINDUFOPA e o DCE.





A Reitoria e a Direção das Unidades reiteram a disposição de manter canal de diálogo aberto a toda a Comunidade Acadêmica (docentes, técnicos administrativos e discentes).





Nesse sentido, ao apoiar a legitimidade da luta, a Reitoria e a Direção das Unidades Acadêmicas ponderam pelo habitual bom senso da categoria, pois não há como apoiar tentativas apressadas e isoladas de greve ou paralisação das atividades administrativas e acadêmicas da Universidade.





Santarém, Pará, em 7 de março de 2012. (Veja esta nota no site oficial da UFOPA)

Postar um comentário

0 Comentários