Anúncio

Assédio moral. Não sofra calado. Denuncie.







Imagem meramente ilustrativa encontrada na web


Todo servidor público sabe o que é assédio moral. Pode até não conhecer a teoria, mas talvez já foi vítima do assédio moral e/ou já presenciou alguma ocasião em que um colega foi assediado. No entando, a grande maioria, não consegue descrever o mal que ele vem sofrendo.






A wikpedia assim descreve o termo Assédio Moral: "É a exposição dos trabalhadores e trabalhadoras a
situações humilhantes e constrangedoras, repetitivas e prolongadas
durante a jornada de trabalho e no exercício de suas funções.
"





No entanto, algumas vítimas de assédio, sofrem calados por não conhecerem os seus direitos e nem o antídoto para matar esta chaga mortal que tenta corroer o serviço público.





Como não sou dono da verdade, gosto de pesquisar sobre o assunto. E pesquisando sobre Assédio Moral no Serviço público eu achei dois importantes trabalhos e gostaria de compartilhar com vocês:







Assédio moral no trabalho


Sumário:


1. Introdução.


2. Definição de assédio
moral.


3. Algumas pesquisas sobre assédio moral.


4. Elementos para
caracterização do assédio moral.


5. Exemplos de condutas que configuram assédio
moral.


6. Perfil do assediador.


7. Conseqüências do assédio moral.


8. Legislação
sobre assédio moral.


9. Alguns casos de assédio moral.


10. Conclusão.
Referências.





Vale a pena ler este trabalho. São apenas duas páginas, mas que podem lhe ajudar muito a detectar o assédio moral, conhecer o perfil de assediador e como combatê-lo.  Click aqui e continue lendo.















O assédio moral no serviço público




"Introdução



A humilhação repetitiva e prolongada tornou-se prática quase que considerada natural no interior das repartições públicas, onde predomina o menosprezo e indiferença pelo sofrimento dos servidores. Trata-se de uma das formas mais terriveis de violência sutil nas relações organizacionais, que se verifica pelas vias de práticas perversas e arrogantes das relações autoritárias. Um dos alvos preferidos do assediador são os laços afetivos que permitem a resistência, a troca de informações e comunicações entre colegas. Trata-se, pois de uma violência “interna corporis” que se concretiza em intimidações, difamações, ironias e constrangimento do ’transgressor’ ou com atos concreto de desprezos multifacetários, como forma de impor controle e manter a ordem. Não é de hoje que o fenômeno da violência moral no trabalho é observado, pode-se dizer que ela é tão antiga quanto o próprio trabalho. Esse fenômeno está presente no cenário mundial e não apenas nos paises subdesenvolvidos, muito embora estes, pelo fato da menor divulgação e exclarecimentos sobre o assunto, tendem a ocorrer mais intensamente."





Este, é um trabalho excelente. É uma Monografia que foi apresentada como condição para conclusão do curso de pós-graduação em direito do trabalho. Ao acessar este página você tem a opção de fazer o download de todo este trabalho, que vai enriquecer muito seu conhecimento sobre o assunto. Click aqui e tenha acesso à esta Manografia completa.



Após você ler estes dois trabalhos, eu lhe garanto que ninguém nunca mais vai ousar dizer que você não entende nada sobre Assédio Moral (Como dizem alguns chefes ha hora que o funcionário denuncia o assédio moral que vem sofrendo).




Acesse também o site http://www.assediomoral.org/

Postar um comentário

0 Comentários