Anúncio

Conheça o Laboratório de Arqueologia Curt Nimuendajú - na UFOPA


                 Tive o privilégio de conhecer hoje o Laboratório de Arqueologia Curt Nimuendajú da UFOPA, onde encontram-se materiais arqueológicos coletados por pesquisadores do NEPAM – Núcleo de Ensino e Pesquisa em Arqueologia Amazônica – e também por outros arqueólogos da região. O Laboratório serve como apoio para a curadoria de materiais arqueológicos, análises laboratoriais e reserva técnica. 


           O laboratório foi batizado com este nome, devido à grande contribuição à Arqueologia do Baixo Amazonas dada por um personagem chamado Curt Nimuendajú. Este nasceu em Curt Unkel em 17 de Abril de 1883, na Alemanha. Aos 20 anos resolveu trabalhar e viver entre os índios da América do Sul, estabelecendo-se inicialmente em São Paulo. Aos 30 anos mudou-se para Belém, onde residiu até o final de sua vida. Sua contribuição à etnologia e à arqueologia foram imensas. Nimuendajú passou 40 anos da sua vida envolvido em viagens de campo, entre aldeias indígenas e a busca de sítios e objetos arqueológicos. Foi o primeiro pesquisador e identificar e mapear sítios de terra preta na região de Belterra, Santarém e Lago Grande de Vila Franca. Fio o primeiro a identificar o grande sítio tapajós de terra preta que jaz abaixo da cidade de Santarém. 


                      O laboratório Funciona de segunda a sexta, em horário comercial.  



































Postar um comentário

0 Comentários