Anúncio

Promotores da Suécia fecham cerco ao Pirate Bay

Aproximadamente dois anos depois de a polícia sueca invadir os escritórios do Pirate Bay, popular mecanismo de busca do BitTorrent, promotores do país finalmente estão bem próximos de levar os fundadores do site aos tribunais, informou o site TechCrunch.

Mas os criadores do Pirate Bay não parecem estar muito preocupados, já que vão preparar sua defesa com a ajuda de advogados custeados pelo próprio governo sueco. "Não estamos preocupados", disse Fredrik Neij, um dos co-fundadores do site. "Achamos que a lei está do nosso lado".

Embora até o momento o Pirate Bay tenha conseguido evitar qualquer acusação mais consistente, algumas autoridades estão confiantes de que até o fim de janeiro os responsáveis pelo site serão condenados por conspiração por violar direitos autorais, considerou o Tech.Blorge.

Mesmo que tenha apoio de alguns grupos, muitos suecos não gostaram de saber que o ataque ao Pirate Bay tenha sido orientado por pedido do governo dos Estados Unidos, lembrou o site Ars Technica.

O Wall Street Journal chegou a mostrar que a maioria dos suecos é indiferente à causa dos direitos autorais. Uma pesquisa revela que 87% de todos os filmes vistos ilegalmente na Suécia foram obtidos em redes P2P, em vez de em mídias físicas, contra 62% na França, país segundo colocado, e apenas 34% nos Estados Unidos. (Terra)

Postar um comentário

0 Comentários