Anúncio

Mais de meio milhão de pessoas baixaram aplicativos infectados com malware na Google Play


Mais de meio milhão de usuários de celulares com Android foram enganados e baixaram aplicativos com malware de um mesmo desenvolvedor. Os 13 supostos jogos de simulação de carros, motos e similares foram publicados na loja de aplicativos da Google (a Google Play) por um homem chamado de Luiz Pinto. Dois apps até alcançaram a lista de “Tendências” da loja.

Malware refere-se a qualquer tipo de software malicioso que tenta infectar um computador ou dispositivo móvel. Hackers usam malware para vários motivos, como extrair informações pessoais ou senhas, roubar dinheiro ou evitar que os proprietários acessem seu aparelho. Você pode se proteger contra malwares usando software anti-malware. (Avast, 2018)

Antes dos softwares maliciosos serem retirados pelo Google, eles somavam cerca de 580 mil downloads. A descoberta foi feita por Lukas Stefanko, um especialista em segurança da empresa eslovaca Eset. Os programas maliciosos seriam capazes de fornecer acesso completo ao tráfego de rede – ou seja, pessoas mal-intencionadas poderiam roubar dados da vítima.

Os apps não chegam a ter nenhuma funcionalidade legítima. Ao instalar qualquer um deles no celular, o usuário se depara apenas com um game que não funciona. O aplicativo fecha sozinho após ser aberto e ainda tem seu ícone removido. Enquanto isso, na realidade, o aparelho é infectado com um malware que dá ao autor acesso completo ao tráfego da rede, ou seja, pode ser usado para roubar dados. Stefanko também desconfia que se trate de um adware, software que clica em anúncios automaticamente de modo a gerar lucros para o hacker.

Confira quais eram estes aplicativos infectados

Caso tenha baixado algum dos aplicativos mostrados na imagem acima, apague-o imediatamente. Tente encontrar o app na seção de configurações do Android ou use um antivírus.

Há muito tempo o Google passa por falhas de segurança em sua loja virtual. A companhia afirma que tem tentado melhorar o processo de aprovação dos aplicativos para evitar esse tipo de problema. Em contato com o TechTudo, a assessoria da empresa explicou que agora divulga relatórios trimestrais de segurança (https://transparencyreport.google.com/android-security/overview) e de remoção de apps nocivos por meio do Google Play Protect.

Postar um comentário

0 Comentários