Anúncio

Após Bolsonaro impor condições, Cuba abandona o programa "Mais médicos"


O governo cubano acaba de anunciar que vai se retirar do Programa Mais Médicos.

A alegação é de que as condições impostas pelo futuro governo de Jair Bolsonaro são “inaceitáveis”, uma vez que, elenca a ilha, a equipe do presidente eleito pôs em questão a preparação dos médicos cubanos, condicionou a permanência deles à validação do diploma e colocou como única via a contratação individual.

“Os povos da Nossa América e do resto do mundo sabem que sempre poderão contar com a vocação humanista e solidária dos nossos profissionais”, diz Cuba.

Pelo Twitter Bolsonaro falou que Cuba não aceitou as condições impostas pelo futuro governo. Confira a publicação do presidente eleito: 

Postar um comentário

0 Comentários