Anúncio

Ex-titular da Semteps diz que o caso da compra das peças, para um veículo diferente do que a secretaria possui, foi culpa da empresa que emitiu a nota fiscal

Resultado de imagem para nota fiscal
Hoje faz exatamente 16 (dezesseis) dias desde que o Blog do Ronilson enviou um email para Secretaria Municipal do Trabalho e Promoção Social - Semteps solicitando informações sobre uma suposta compra de peças, feita por aquela secretaria, para um carro diferente do modelo que a secretaria possui. 

Na denúncia - feita inicialmente pelo vereador Jonas Palheta em 20/03/2018, na Câmara dos vereadores de Belterra - consta uma nota fiscal referente à uma compra de peças para veículos da marca Chevrolet. O caso causou estranheza pois o veículo da referida secretaria é da marca FIAT e fontes consultados pelo Blog do Ronilson afirmaram que as peças ali relacionadas realmente não pareciam ser compatíveis com marca do carro da secretaria. Para ver a denúncia, na íntegra, clique aqui

Semteps ignora pedido do Blog do Ronilson

Cópia do email enviado pelo Blog do Ronilson à Semteps
A solicitação, do Blog do Ronilson, foi enviada para o email semteps@belterra.pa.gov.br (email oficial daquela secretaria, conforme divulgado no site oficial da Prefeitura de Belterra), todavia LAMENTAVELMENTE não recebemos nenhuma resposta, muito menos uma confirmação de recebimento do nosso email. 
Email oficial da Semteps, confome divulgado no site oficial da Prefeitura de Belterra (veja neste link)

Gabinete do Prefeito enviou resposta à câmara
Diante da ausência de respostas da Semteps, ao Blog do Ronilson, fomos atrás para ver se alguém tinha recebido alguma resposta, já que Câmara dos vereadores também tinha solicitado tais informações. 

Descobrimos que no dia 02/04 foi enviado um Memorando do Gabinete do Prefeito à Câmara dos vereadores e anexo à este havia uma "explicação" para o caso. 

A explicação é assinada pelo ex-secretário, Oderley Moacir Dias, e nesta o mesmo atribui a compra, das peças para um veículo diferente do que a secretaria possui, à um suposto erro da auto peças Premac. Desse modo o ex-titular da pasta negou que tenha comprado peças para um veículo particular e apenas disse que foi uma falha administrativa e se propôs à devolver o valor referente à nota. E assim foi feita a devolução em 29/03/2018. 

Resultado
Como resultado não tivemos notícia de nenhuma medida seja no sentido de apurar responsabilidades  ou de investigar se outras notas também apresentam o mesmo problema. Não tivemos notícia de nenhum Processo Administrativo para apurar qualquer coisa neste sentido. 

Postar um comentário

0 Comentários