Anúncio

Concurso TRT-RJ já está na fase de contratação da organizadora


Concurso TRT-RJ já está na fase de contratação da organizadora (Foto: Amatra 1)O concurso TRT-RJ 2018 já está na fase de contratação da organizadora. A informação foi passada pelo Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro nesta segunda-feira, dia 9. De acordo com o órgão, o projeto básico da seleção já foi concluído. O próximo passo será oficializar a instituição que receberá inscrições e aplicará as provas.

Questionada sobre a forma de contratação da banca, o TRT-RJ informou que ainda não 'bateu o martelo' sobre isso. O órgão estuda se haverá licitação com os critérios da técnica e do preço ou dispensa.

O tribunal admitiu, porém, que são grandes as chances de haver uma dispensa. Diante dessa notícia, os candidatos já fazem apostas sobre qual organizadora deve ficar à frente da seleção. E você, o que acha? Conta para a gente abaixo nos comentários! 

Organizadora do concurso TRT-RJ 2018 sai até dezembro 

O TRT-RJ informou também que trabalha com a previsão de definir a organizadora até o fim do ano. Em dois meses, portanto, o processo de escolha da banca, seja ele licitação ou dispensa, será concluído. O edital está programado para ser divulgado no ano que vem. As provas objetivas deverão acontecer 60 dias depois, seguindo legislação para órgãos do Poder Executivo, tradicionalmente adotada no Judiciário. 

O concurso visará à formação de cadastro de reserva em vários cargos. Os principais são os técnicos das áreas administrativa e de segurança, cuja exigência é o nível médio, sendo que para o segundo o servidor precisa ter também carteira de habilitação na categoria D. Para técnico de enfermagem é necessário o nível médio/técnico. A remuneração é de R$7.260,41, com exceção do técnico de segurança, cujos ganhos são de R$8.308,17. 

No caso do analista, o destaque é o da área administrativa, para graduados em qualquer área. No caso dos analistas de Direito e oficial de justiça, que também serão contemplados, o requisito é ser formado em Direito. Já para as áreas de Engenharia Elétrica, Civil e Mecânica é necessária graduação na área. A remuneração é de R$11.345,90, exceto para o oficial de justiça, com R$13.064,99. 

Fonte: Folha Dirigida - 09/10/2017

Postar um comentário

0 Comentários