Anúncio

Cinco dicas para evitar que suas fotos ou arquivos sigilosos caiam em mãos erradas




Na semana passada fotos íntimas da atriz Carolina Dieckmann foram parar na web. Há informações que há dois meses o computador da atriz, onde as fotos estavam armazenadas, foi mandado para a manutenção. Portanto, não se sabe ainda se foi nesse dia que as fotos foram subtraídas do computador da atriz. O advogado da mesma, disse que sua cliente foi chantageada. Segundo estas informações, "uma pessoa escrevia para Carolina Dieckmann exigindo que ela pagasse uma quantia de R$ 10 mil para que as fotos não fossem divulgada".




É importante alertar que o que aconteceu com a atriz citada acima acontece com muito mais frequência do que você possa imaginar. Várias pessoas já foram vítimas, porém não há muitas informações, pois bem todos são famosos como atriz, por isto não há muito destaque por parte da imprensa. Faço questão de destacar o seguinte. Todo arquivo íntimo ou sigiloso salvo em pen-drives, cartões de memória, disco rígidos (HD's) correm risco de pararem em mãos erradas. Por isso resolvi listar algumas dicas abaixo para evitar que suas fotos, vídeos ou outros arquivos sigilosos ou até mesmo de segurança da sua empresa acabem parando nas  mãos erradas.



Veja abaixo, cinco dicas que o Blog do Ronilson preparou para você evitar que seus dados acabem parando nas mãos erradas:


  1. Cuidado com fotos e arquivos, mesmo após apagados eles podem ser recuperadas e trazidos de volta: É importante ressaltar que, em geral, todo arquivo mesmo após apagado pode ser recuperado. Ou seja, se você fez uma foto no seu celular ou tenha salvo no seu computador ou em outra tipo de mídia, mesmo que você tenha apagado, se esse cartão de memória ou HD for parar em  "mãos erradas" os arquivos podem ser recuperados e podem virar um problema. Já existem blogs e sites especializados em publicar fotos que vão parar na internet desta forma. Existem vários aplicativos que fazem muito bem este trabalho, entre eles destaco o Recover My Files que é pago. Também existem aplicativos gratuidos como o PC Inspector File Recovery 4.0 ou o Undelete 360 2.14 Build 22. Existem vários outros e inclusive há empresas especializadas em recuperar arquivos apagados - estas empresas são muito úteis quando os dados apagados, fazem parte do banco de dados de uma empresa, por exemplo, e que são de extrema importância. Já os aplicativos de recuperação são muitos úteis quando você perde as fotos de um aniversário, por exemplo, mas podem ser um perigo quando você guarda fotos ou arquivos que você jamais deseja que alguém veja. 

  2. Tenha um técnico de sua confiança: Digamos que você tenha fotos ou arquivos sigilosos... Se der alguma pane no seu computador, celular, notebook e etc, não entregue este equipamento à qualquer pessoa. Leve sempre à alguém de sua confiança. Várias pessoas já tiveram suas fotos publicadas na web após levarem seus equipamentos para a manutenção ou até mesmo perderem em via pública. 

  3. Use algum programa que apague definitavamente: Existem alguns aplicativos que prometem "apagar definitivamente" os arquivos deletados para evitarem que eles sejam recuperados. Um desses programas é o Eraser que é gratuito. 

  4. Use um programa de criptografia: Essa é uma das dicas mais importante e pouquíssimas pessoas utilizam. Se você precisa armazenar fotos ou dados sigilosos, use um aplicativo de criptografia. Ele protege seus arquivos com senha que não podem ser quebradas facilmente. O EncryptOnClick ou o SafeHouse Explorer USB Disk Encryption podem fazer isto pra você. E o melhor, ambos os programas são gratuitos. Este aplicativos são indispensáveis, pois caso você perca seu equipamento ou mesmo leve à manutenção será bem difícil que alguém consiga quebrar a senha. Só pra você ter uma ideia da dificuldade de quebrar uma senha que tenha sido protegida por um aplicativo de criptografia, vou relatar um fato: Quando o banqueiro Daniel Dantas foi preso no Rio de Janeiro, apreenderam alguns disco rígidos no apartamento dele, porém os mesmos estavam criptografados. E acredite se quiser, nem o nstituto Nacional de Criminalística (INC) e nem o FBI conseguiram quebrar a senha dos HD's do banqueiro. É claro que neste caso, eu gostaria que a senha tivesse sido quebrada, mas apenas citei como exemplo para que você entenda que a criptografia é algo bastante seguro. Agora, é importante ressaltar que a cada dia surgem novos métodos e quem sabe em breve sejam possível quebrar senhas criptografada facilmente. Espero que pelo menos a Polícia Federal consiga um aplicativos desses.  

  5. Se não for necessário não armazene: É importante que você tome o cuidado de evitar armazenar qualquer arquivo íntimo ou sigiloso. Melhor mesmo é não ter esses arquivos. Pois, mesmo que seja no seu próprio computador, que fique no seu quarto ou no seu escritório, protegido por senha e que só você tenha acesso... Um seu computador pode dar problema, ser roubado e etc... e pode acabar caindo em mãos erradas. O mesmo pode acontecer com pen-drives, cartões de memória, celular, mp4 e etc. 



Portanto, apesar de não existir medidas 100% seguras, se você seguir os cinco passos acima, tenho certeza que seus dados estarão menos vulneráveis. 





ALERTA: Muitas pessoas se confiam na senha do Windows e pensam que seus computadores estão protegidos. Grande engano, pois senhas do windows podem ser facilmente quebradas (veja neste link).





Imagem meramente ilustrativa. Fonte: Tudo mudou

Postar um comentário

0 Comentários