Anúncio

[ Universidades ] Servidores públicos federais se mobilizam e entram em estado de greve depois de inúmeras tentativas de negociação




Nesta terça-feira, 24, acontecerão assembleias gerais do Sindtifes-PA na UFPA e na UFRA e com objetivo de repassar para os servidores os informes do que ocorreu no XXI Confasubra, realizado entre os dias 10 e 15 de abril, em Poços de Caldas (MG) e organizar as mobilizações do Calendário de Lutas que foi definido no congresso da Fasubra.





A quarta-feira, 25 de abril, será Dia Nacional de Lutas dos servidores federais brasileiros e precisamos nos organizar para realizar uma forte mobilização nas universidades paraenses. Participe das assembleias, essa luta é de toda categoria!





Assembleias:


- Terça-feira, 24 de abril, às 10h, no Vadião da UFPA.


- Terça-feira, 24 de abril, às 8h, no portão de pedestres da UFRA.


Pauta: - Informes XXI Confasubra; - Paralisação do dia 25 de abril; - o que ocorrer.


Calendário de Lutas





25/04 - Organizar a participação dos trabalhadores das Universidades no Dia Nacional de Luta com paralisação dos servidores;


30/04 - Data limite para o governo responder à pauta de reivindicações do Fórum Nacional das Entidades dos SPF;


9 e 10/05 - Paralisação Nacional.Eixos: Reajuste emergencial (com negociação das pautas protocoladas no MEC e MPOG), elevação do piso salarial e aumento do auxílio alimentação, racionalização, aposentados e Anexo IV;


17/05 - Caravanas à Brasília;


30/05 - Data limite para encerramento das negociações da pauta específica com o Governo Federal.





Servidores da UFOPA também estão se mobilizando:


O XXI CONFASUBRA ocorrido em 10 a 15 de abril, contou com a participação de dois delegados da UFOPA, que acompanharam a delegação do SINDTIFES-PA. Neste Congresso houve a eleição da Direção Nacional da FASUBRA e a aprovação da minuta do plano de lutas, que instituiu o estado de greve em razão das inúmeras tentativas de negociação de melhorias para categoria, e deliberou a construção de atos públicos unificados, a mobilização da paralisação nacional no dia 25 de abril e a macha à Brasília no dia 17 de maio.





No dia 14 de abril, a plenária do Congresso aprovou a minuta do Plano de Lutas da categoria, que instituiu o estado de greve, deliberando como destaques a agenda da Fasubra, a Construção do Dia 25 de abril – Dia Nacional de Luta dos Trabalhadores do SPF – com paralisação nas Universidades, com ações conjuntas a outros trabalhadores públicos federais, e da Caravana no dia 17 de maio à Brasília, os instituindo como elementos mobilizadores, que poderá culminar a greve, caso o governo insista e não dar concretude à pauta. O plano de lutas também definiu que a FASUBRA se dedique a construir uma campanha salarial unificada com o Fórum de Entidades e CNESF, exigindo do governo um prazo final para o avanço real das negociações até o dia 30 de maio.





Em articulação com membros da Direção da Fasubra, foi proposto atividade de organização sindical da base na UFOPA, através de assembleia geral que contará com representantes da Direção da Federação e Sindtifes-PA, para implantação da seção sindical em Santarém, que terá direção e regimento próprio para gerir seus recursos, subsidiando a maior assistência aos servidores na UFOPA, o prazo estabelecido para realização desta atividade será até o final do mês de maio.





Amanhã (24/04/2012) os técnicos-administrativos em educação da UFOPA estarão reunidos no Campus Rodon onde deverão tratar sobre este assunto. 






Fonte: SINDTIFES e Técnicos-Administrativos da UFOPA

Postar um comentário

0 Comentários