Palácio do Planalto diz não querer confronto com evangélicos. Será mesmo? - Blog do Ronilson

Destaques

Home Top Ad

Post Top Ad

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Palácio do Planalto diz não querer confronto com evangélicos. Será mesmo?




Uma declaração do Secretário Geral da Presidência da República, o ministro Gilberto Carvalho (PT), causou um grande mal estar entre o Palácio do Planalto e o eleitorado evangélico. O ministro havia dito que governo deve reagir e não permitir que a mídia de massa fique à mercê dos discursos conservadores das igrejas evangélicas.





O ministro afirmou, durante o Fórum Social em Porto Alegre, que o PT deve usar o espaço midiático para propagar suas ideologias, e que “é preciso fazer uma disputa ideológica com os líderes evangélicos pelos setores emergentes”.





As afirmações causaram um grande desconforto entre o governo e os evangélicos, que reagiram imediatamente se manifestando contra a declaração de Carvalho. Essa reação fez com o que a presidente Dilma Rousseff se manifestasse afirmando que a opinião do ministro não é compartilhada pelo governo.





De acordo com o site Radar online, da revista Veja, o Planalto publicou uma nota afirmando que a declaração do Secretário Geral da Presidência da República “não é uma posição do governo Dilma, que tem respeito pelos evangélicos, mas uma posição pessoal do ministro, que na verdade estava fazendo uma análise política”.





O colunista Lauro Jardim comentou o tema afirmando que “faíscas e problemas com a turma evangélica é tudo o que Dilma Rousseff não quer”.






Fonte: Gospel+ / Imagem encontrada na web.


Click aqui e envie sua DENÚNCIA ou SUGESTÃO DE POSTAGEM

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Portal Blog do Ronilson, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad