Bebês siameses de duas cabeças, que nasceram no Pará, estão em estado grave - Blog do Ronilson

Destaques

Home Top Ad

Post Top Ad

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Bebês siameses de duas cabeças, que nasceram no Pará, estão em estado grave




Bebês siameses de duas cabeças em estado grave

Foto encontrada no Portal No Tapajós.


Os bebês unidos pela cabeça




Drogas vasoativas estão sendo usadas para ajudar no desempenho do coração.






Pará - Os bebês siameses de Anajás pioraram. O estado é grave. Na noite de 31 de dezembro, eles voltaram a respirar com ajuda de aparelhos. Drogas vasoativas estão sendo usadas para ajudar no desempenho do coração.





Desde a internação, dia 20 de dezembro, ele ganharam peso - 250 gramas. Apresentavam melhora. Agora, aguardam o resultado dos exames. A angioressonância, que avaliou os vasos sanguíneos dos irmãos, deve sair hoje.

Além de enfrentarem a incerteza em relação à saúde dos bebês, os pais dos gêmeos também precisam vencer as dificuldades financeiras. “Precisamos de ajuda”, diz o pai dos bebês, Manoel do Socorro. Ele e a mulher Maria de Nazaré estão em Belém há mais de duas semanas. Os gastos são muitos, maiores do que podem pagar. Transporte, alimentação, roupas. “A gente só volta para casa quando eles saírem de lá”, garantiu Maria.




O casal está acomodado em uma pequena casa de madeira, da irmã de Manoel, no bairro do Barreiro. São sete pessoas. Para sustentar todos, o trabalho de manicure e de auxiliar de pedreiro dos donos da casa. “Eu tinha parado para ajudar a minha cunhada, mas vou ter que voltar logo. Precisamos do dinheiro”, conta a irmã de Manoel, Maria de Nazaré.

Manoel e Nazaré estão casados há oito anos e têm três filhos, além dos gêmeos. Ela é dona de casa. Ele trabalha com extração de palmitos. “Faço isso desde que nasci, comecei com uns 10 anos”, lembra rindo.

Na noite de 19 de dezembro, Maria de Nazaré sentiu as dores já conhecidas. Teria o quarto filho. O parto foi difícil, dolorido. Eram dois meninos, gêmeos idênticos. Siameses. Ela não viu. “Eu nem escutei o choro”, relembra a mãe. Os médicos do Hospital Municipal de Anajás conversaram com ela antes de trazer as crianças para serem amamentadas. “Me disseram que eles nasceram com um problema”, conta a mãe.

São duas cabeças, dois cérebros e duas colunas, mas eles dividem o mesmo fígado, coração, pulmões e a pelve. Os gêmeos foram batizados de Jesus e Emanuel. De um lado o filho de Deus e do outro “Deus conosco”. Os nomes revelam a esperança da família, que diz confiante que eles ficarão bem.

Quem quiser ajudar a família, pode entrar em contato com a Maria de Nazaré, tia dos bebês, pelo telefone (91) 8125-8533. (Diário do Pará)

Fonte: Diário do Pará

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Portal Blog do Ronilson, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad