Salário mínimo vai para 622 em janeiro de 2012 e servidores públicos federais verão o efeito inverso - Blog do Ronilson

Destaques

Home Top Ad

Post Top Ad

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Salário mínimo vai para 622 em janeiro de 2012 e servidores públicos federais verão o efeito inverso


A partir do dia 01 de Janeiro de 2012, o salários dos servidores federais diminuirá. Sim, não se assuste, vai diminuir sim. Não em quantidade, mas em valor. Ora, se novo salário mínimo vai para R$ 622, um aumento de de quase 15%, é lógico que a isto vai levar junto o valor da cesta básica e etc. Não precisa ser um economista para saber que a partir de janeiro as coisas começarão a subir, e como os servidores federais não terão aumento no ano de 2012, estes ficarão no prejuízo.





Pior ainda pode ser para o servidores federais das instituições de ensino, que poderão ter o salário congelado por 10 anos. Você já imaginou se isto é aprovado? 





Veja a a matéria publicada pelo R7 sobre o novo salário mínimo:





Decreto do Diário Oficial garante salário mínimo de R$ 622 em 2012

Novo valor passa a vigorar no dia 1º de janeiro, mas só chega ao bolso em fevereiro

O Diário Oficial da União desta segunda-feira (26) traz o decreto da presidente Dilma Rousseff que fixa o novo salário mínimo brasileiro em R$ 622. A mudança na remuneração básica entra em vigor no dia 1º de janeiro de 2012, mas só cai na conta do brasileiro no dia 1º de fevereiro.

Em parágrafo único, o texto informa que o “valor diário do salário mínimo corresponderá a R$ 20,73 e o valor horário a R$ 2,83”. Durante a maior parte de 2011, o valor do salário mínimo foi de R$ 545.

A presidente Dilma Rousseff assinou antes de entrar de férias o reajuste do mínimo, que teve um aumento de 14,13% em relação ao atual valor. Apesar dessa alta, o valor ficou um pouco abaixo do aprovado pelo Congresso Nacional na quinta-feira (22), que previu a remuneração em R$ 622,79 no Orçamento.

O cálculo utilizado para a definição do mínimo foi o aprovado em fevereiro deste ano pelo Congresso.

De acordo com a nova regra, o salário mínimo será reajustado com base na inflação do ano anterior somado ao crescimento da economia de dois anos antes. Com isso, o novo mínimo leva em conta a inflação de 2010 e o PIB (Produto Interno Bruto) de 2009.

A fórmula de reajuste, que vai até 2015, pode levar o mínimo a superar os R$ 800 daqui a quatro anos. Um aumento de R$ 1 no salário mínimo equivale a uma elevação de gastos de cerca de R$ 300 milhões.

Assim, o aumento do mínimo para 2012, que é de R$ 77, vai representar uma despesa extra de R$ 23 bilhões para o governo, que terá de reajustar também o valor pago aos aposentados que recebem o mínimo
.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Portal Blog do Ronilson, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad